Angélica fala sobre Digimon

publicado em  15.6.14


Essa entrevista com a "Mamãe Digimon", como a própria Angélica se intitula, foi realizada pela revista Explora, da Disney, em julho de 2000. O anime tinha acabado de estrear no Brasil.

Ainda que novato na TV brasileira, o desenho Digimon, apresentado na Globo, às 10:30, e na Fox Kids, às 17:30, acaba de conquistar uma fã muito especial: a apresentadora Angélica. Ela gostou tanto que até adotou os monstrinhos. "Acho ótimo ser uma 'digimama'. Já fui mãe dos Teletubbies e do Jaspion", conta. Angélica diz que gosta de desenhos japoneses desde criança. "O meu primeiro contato com os programas deste tipo foi quando eu tinha apenas 12 anos e apresentava o Jaspion e o Changeman."

Entre os Digimons, o que ela mais gosta é o Angemon, a última evolução do Tokomon. Entre as crianças, Angélica gosta do Izzy, porque ele é superfera em computadores. Se fosse um deles, ela seria o Tai, "porque ele é líder, aventureiro e cativa todo mundo", diz.

Angélica tem um sonho que ainda pretende realizar: conhecer a terra dos Digimons. Calma, não pense que ela quer ir para o Digimundo, Angélica sonha ir ao Japão conhecer os produtores do desenho. "Sempre quis conhecer o Japão e sempre recebi cartas dos meus fãs de lá." Mas, por que a apresentadora quer conhecer os produtores de Digimon? "Quero muito saber quais são os próximos desenhos e as novidades que virão para o Brasil", diz.

Angélica acha que os desenhos japoneses trazem uma mensagem de paz às crianças. "Eles estão sempre tentando evitar que o mal vença o bem". Ela também acredita que Digimon vai conquistar as crianças, assim como ocorreu com Pokémon. "No mundo todo isto já está acontecendo, não é? Acredito que aqui também vai ser assim. Vamos aguardar."


Angélica interpreta a música de abertura do desenho que, provavelmente, fará parte do disco da trilha sonora. (Lembrando que tal CD nunca chegou a existir)
Cable  

sacanagem não terem lançado o cd