Bate papo com os dubladores de Digimon Fusion

publicado em  13.5.14



Digimon Fusion está em seu terceiro episódio no Cartoon Network. Exibida semanalmente dentro do bloco Heróis a série ganhou uma sobrevida no país através da nova emissora. Fusion também marca uma mudança na dublagem de Digimon. Tradicionalmente realizada no Rio de Janeiro, a nova temporada agora está nas mãos da paulista Dubbing & Mix. Recentemente ficamos sabendo que apenas os 30 primeiros episódios chegaram ao Brasil, correspondentes ao primeiro arco do anime. As dublagens dessa primeira leva já se encontram na reta final e o estúdio já finalizou um pouco mais de 20 episódios. Aproveitando a estreia recente, nós conversamos com os principais dubladores do anime.


Mikey (Taiki), o personagem principal da série, foi dublado pelo Daniel Garcia, 19 anos. Apesar da pouca idade, o jovem paulistano tem um currículo extenso, ele é dublador (Rico em Hannah Montana, Jake em Power Rangers Megaforce, Doki o mascote do Discovery Kids), ator (Bicho do Mato novela da Rede Record) e cantor (integrou o Balão Mágico em 2002). O Daniel nos confessou que na infância era fã de Digimon e ficou muito aliviado quando soube que a maioria dos fãs tinha aprovado sua atuação em Fusion. "Sério que vocês gostaram?!??!?!? TRÊS LETRAS:  U  F  A !!! Minha maior preocupação era que os fãs não gostassem."


Quando questionado como era dublar uma temporada de Digimon, ainda mais sendo um fã da série, ele respondeu: "Dublar Digimon é simplesmente fantástico. Me aproximei do Mikey logo de cara e nos primeiros episódios eu já sacava muitas quebras, gracinhas e tudo mais. Talvez seja porque o Mikey lembra muito todos os protagonistas anteriores sob muitos aspectos, e eu sempre curti muito a série. Gosto muito dessa magia que o anime proporciona, de saber tudo sobre um outro mundo, um universo alternativo... Cada vez que eu entro no estúdio, puft! Já virei o Mikey e já tô no Digimundo! É realmente muito gostoso de fazer... E a vantagem de dublar o protagonista nesses desenhos legais é que a gente acaba assistindo o episódio praticamente inteiro, podendo entender o desenrolar da história e trabalhar melhor com as nossas intenções!"

Sobre as criticas a respeito da dublagem, ele confessou que tinha medo de não agradar os fãs mais tradicionais. "Geralmente eu lido bem com críticas desse tipo, mas confesso que fiquei com bastante medo que os fãs mais tradicionais não gostassem... Nesses trabalhos grandes que já têm muitos admiradores sempre rola uma pressão extra."


A dubladora Kandy Ricci, 22 anos, é responsável pela voz da Angie (Akari) e também já tem um longo histórico em dublagem. A paulistana atua na área desde os nove anos de idade e entre os principais trabalhos podemos destacar a Emma em Power Rangers Megaforce; Jane Boolittle em Monster High e a Valéria da novela Grachi.

Assim como o Daniel, a Kandy também nos confessou que Digimon fez parte da sua infância. "Digimon fez parte da infância de todas as crianças que tem a minha idade hoje." Sabendo que o anime estava presente em sua memória afetiva, perguntamos como ela se sentia em dublar um dos personagens principais da série. Ela demonstrou estar muito feliz em interpretar a personagem e ainda destacou as qualidades que mais admirava nela. "Fiquei muito feliz com o convite para dublar a Angie, adorei a personagem, ela é super meiga e ao mesmo tempo tem picos bem 'bravinha'."

Apesar da excelente qualidade, a dublagem nacional também costuma receber criticas negativas, geralmente dadas pelos fãs mais bitolados que não entendem a importância de sua série preferida falar o nosso idioma. A dubladora nos falou como ela reage a todo tipo de critica, e revelou como os fãs reagiram a seu trabalho. "As criticas fazem parte (e servem) para melhorar nosso trabalho. Gostei muito do carinho dos fãs!"


Entrevistamos também o Andre Sauer, dublador do Jeremy (Zenjirou), que traz como principais trabalhos o vilão Vrak de Power Rangers Megaforce, Ken Cosgrove da série Mad Men e Deacon Claybourne da série Nashville, além de uma lista extensa de filmes e jogos (que incluem F1 2012 e PES 2013). Ele nos falou que apesar de conhecer Digimon nunca teve nenhum contato direto, e que só foi conhecer mais a fundo após o convite para dublar o personagem. "Conheci Digimon desde seu surgimento, mas não tinha assistido. Tomei mais contato mesmo quando fui pesquisar referências sobre o personagem."


O Andre também nos contou que essa é a sua segunda experiência com animes e que tem se divertido muito com a dublagem. "Está sendo um dos trabalhos mais divertidos que eu já fiz. Pelas características do anime em si e também pelas características do personagem. Adoro quando o Jeremy 'perde as estribeiras'." "Me diverti muito com a energia que tem que ser colocada no anime. Já tinha tido uma experiência com Pokémon e tinha adorado, mas poder acompanhar um personagem por uma temporada inteira é muito mais gratificante."

Após saber da sua participação em Pokémon, resolvemos fazer uma "pegadinha" perguntando sua preferência entre os dois animes, após relutar na resposta ele acabou optando por Digimon. "Prefiro passar essa pergunta. (risos) Mas como por enquanto fiz coisas mais relevantes pra Digimon, fico com Digimon." O dublador ainda se mostrou feliz com os comentários que tem recebido pelo trabalho e disse que só da atenção as criticas construtivas, pois com elas ele pode aprender e evoluir seu trabalho.


Durante a conversa também falamos em assuntos referentes ao tema de abertura e adaptação dos nomes, que tem sido alvo de criticas da maioria dos fãs. Como já era de se esperar, é algo decidido pelos distribuidores e o estúdio não pode fazer nada a respeito. Outro tema foi a respeito do início das dublagens da segunda parte, tendo em vista que já estão no final da primeira leva. Infelizmente ainda não existe nenhuma previsão.
Will.  

Achei muito bacana a dublagem! Mas como sempre, o problema são os nomes =x

Sucesso para eles XD

Daniel  

Muito boa a matéria, tomara que façam mais entrevistas. fico feliz que o site voltou as atividades e espero que vocês tragam mais novidades sobre o mundo digimon para nós fãs. Grande abraço!

Anônimo  

Partiu assistir... minha infância s2
Parabéns pela entrevista :3)Dp

Anônimo  

É muito bom saber que eles estão gostando do anime. Estão fazendo um otimo trabalho por sinal, espero que continue assim. Claro que pode acontecer de algo nao agradar, mas estao se esforçando para deixar o melhor possivel para nós os fãs.

JeFiiNN...#  

QUERO E O EPISODIO 3 CADE '-'

Samuel Aguiar  

Caramba, gostei! Ainda bem que não colocaram nomes muito ruins, mas tá muito bom. Digimon BR não me decepciona. ;)