Digimon Fusion: Episódio de 31/07

publicado em  30.7.14

0 comentários
Nome Original: タイキ、女神の戦士! (Taiki, O Guerreiro da Deusa!)
Nome Americano: Mikey, Warrior of the Light!
Sinopse:
Christopher e Nene se tornaram aliados e travam uma emocionante batalha contra Blastmon. Enquanto isso, os Fusion Fighters ficam cara a cara com Reapmon, um terrível aliado do exército Bagra. Blastmon fica desocontrolado ao perceber que está perdendo o seu brilho, e acaba lançando meteoros para todos os lados, um deles acaba mandando Mikey e Reapmon para uma caverna subterrânea. Lá, o garoto encontra a estátua de uma antiga deusa dessa Zona, que acaba o tornando um de seus escolhidos. Reapmon ao ver a escolha da deusa, acaba revelando o seu passado misterioso. Será que ele é realmente um inimigo? Enquanto isso, sem o Mikey, Shoutmon e os demais são controlados por Laylamon. Como eles sairão dessa?
ler o resto   

Digimon Day: O 15º aniversário de Digimon

publicado em  28.7.14

1 comentários
No dia 1º de agosto de 1999, sete crianças foram transportadas para um mundo, até então, desconhecido. Tai, Matt, Sora, Izzy, Mimi, Joe e T.K. pisaram pela primeira vez no Mundo Digital, conheceram seus parceiros Digimons e viveram grandes aventuras, que acompanhamos no anime Digimon Adventure. Anualmente, todos os fãs da série, pelo mundo, comemoram nesta data o aniversário deste acontecimento memorável no que chamamos de "Digimon Day" (Dia Digimon, também conhecido como Memorial Day).

Nesta sexta-feira, comemoraremos os 15 anos dessa viagem.

Agosto também pode ser considerado o mês de aniversário da franquia "Digimon", pois neste mesmo mês, em 1997, esse termo foi utilizado pela primeira vez. Inspirado nos V-Pets, o mangaká Tenya Yabuno desenhou o one-shot (mangá com apenas um capítulo) C'mon Digimon. Neste ano a franquia comemora seus 17 anos.
ler o resto   

10 motivos que fazem Digimon ser melhor que Pokémon

publicado em  27.7.14

19 comentários
10º - Os vilões são realmente assustadores
Grandes vilões sempre deixam a história mais interessante. Em Digimon existem vilões realmente assustadores, que causam problemas numa escala mundial, tanto no Digital quanto no Real. Pessoas saem machucadas, e muitos personagens são mortos por eles. Os verdadeiros vilões de Pokémon mal são mencionados na série, dando destaque aos patéticos Jessie e James da Equipe Rocket que não conseguem colocar medo em ninguém.


9º - A evolução não é permanente
As vezes nosso personagem preferido é um, mas não gostamos tanto de sua evolução. Em Digimon isso não é problema, pois o poder (para que os Digimons possam evoluir) é temporário, e um Greymon volta a ser um Agumon quando esse poder é gasto. Já em Pokémon, se você prefere um Charmander a um Charmilion, ou você ficará com um Charmander fraco, ou será obrigado a evoluí-lo para que ele fique forte. E uma vez evoluído não tem mais volta.


8º - Os personagens não eram egoístas
Todo personagem deve se mover conforme alguma motivação. Nós, por exemplo, estudamos porque queremos nos formar. Já os digiescolhidos lutam para salvar o Mundo Digital e o Mundo Real, eles batalham contra o mal mais por seus familiares e amigos Digimons do que por si mesmo. Já o Ash é apenas um garoto de 10 anos de idade que quer capturar todos os Pokémons e treiná-los para que ele seja considerado o maior mestre de todos.


7º - Coisas ruins acontecem
Nossa vida não é feita apenas de momentos bons, as vezes temos que enfrentar a dor da perda de alguém querido, por exemplo. E Digimon retrata isso muito bem, tanto com os dramas pessoais de cada personagem, como no drama de perder um companheiro. Os personagens não são imortais. Além disso, na hora de deixar o Mundo Digital, as crianças também sofrem com a despedida, pois os monstrinhos não vão junto. Já em Pokémon, apesar de ter momentos muito comoventes, não relata a morte de nenhum personagem, ou faz com que seus personagens passem por um grande sofrimento. A vida real não é assim.


6º - Os episódios não são iguais
Toda história deve ter uma linha cronológica crescente, ou seja, deve evoluir conforme o passar do tempo. Em Digimon existe uma progressão em cada episódio exibido, os personagens ficam mais experientes e sua aventura cada vez mais difícil. A história vai crescendo até atingir o seu ápice nos episódios finais e finalmente ter sua conclusão. Já a história de Pokémon parece que vive num ciclo interminável, os personagens se deparam com problemas pequenos, lutam um pouco e o resolvem. Porém, no episódio seguinte, eles se deparam com um problema de mesmo tamanho, é uma história que nunca cresce. Mesmo quando atinge seu ápice na Liga Pokémon, a história recomeça como se os personagens não tivessem evoluído nem um pouco.


5º - Os personagens crescem
A cada dia em que vivemos, nós envelhecemos um pouco mais, não temos como fingir que não é assim. E nada melhor do que ver seu personagem preferido crescendo com você. Em Digimon Adventure 02 e Digimon Hunters, podemos ver que os personagens das temporadas anteriores cresceram e que a vida seguiu desde aquele tempo. Já em Pokémon, os personagens parecem que pararam no tempo, Ash continua sendo uma criança de 10 anos, mesmo com o anime sendo exibido há cerca de 17 anos.


4º - Você pode virar um Digimon!
Em Digimon Tamers foi revelado que humanos e Digimons podem se fundir, já em Digimon Frontier, ficamos sabendo que humanos podem se transformar em Digimons, se envolvidos por um digi-espírito. Isso vai muito além do que apenas capturar e ser amigo de um monstrinho. Em Pokémon você pode capturar quantas criaturas quiser, mas mesmo assim você nunca saberá como ele se sente durante uma batalha.


3º - Novos monstros
Digimon e Pokémon são franquias que estão há mais de 15 anos no mercado, é natural que com o tempo sejam criados novos monstros para que ela possa ter continuidade e continue gerando interesse no público. Os monstros de Digimon são baseados em diversos personagens da cultura mundial, de dinossauros até animais e seres mitológicos. A criatividade parece que nunca acaba, e a cada ano que passa surgem Digimons mais originais. Está faltando criatividade nas últimas gerações de Pokémons, o que a princípio seria uma representação da "fauna" em forma de monstrinhos, acabou se tornando um depósito de ideias ruins, como monstros inspirados em sacos de lixo, velas e sorvetes.


2º - Digimons podem um dia existir
A tecnologia tem avançado cada vez mais, na velocidade em que tudo vem se desenvolvendo nesse ramo, é possível que daqui a alguns anos os Digimons possam realmente existir. Se você parar pra pensar, Digimons são criados a partir de dados, e talvez com o avanço tecnológico seja possível criar "seres" com inteligência artificial no futuro. Pokémons são seres orgânicos, e nenhuma intervenção biológicas poderia criar um "animal" que cuspa fogo ou que tenha poderes psíquicos, por exemplo.


1º - Tudo tem seu tempo
Todas as coisas, boas e ruins, devem ter um final. Digimon Adventure teve uma grande história e acabou, como tudo deve ser. Depois vieram outras grandes histórias, que também tiveram seu começo, meio e fim. Já Pokémon parece que nunca terá uma conclusão, não existe um grande progresso na história e tende a continuar até que perca totalmente o fôlego.
ler o resto   

Digimon Story Cyber Sleuth: Novas imagens

publicado em  26.7.14

4 comentários
A história de Digimon Story: Cyber Sleuth é ambientada num futuro próximo do Japão, nele o jogador colocará a prova suas habilidades de hacker, coletando Digimons e utilizando suas técnicas para navegar na rede. Sua missão será descobrir o que está por trás de estranhos fenômenos que vem ocorrendo tanto no Mundo Digital como no Real.

Explorando o Mundo Digital, você poderá encontrar alguns Digimons para batalhar, tanto andando sozinhos quanto controlados por outros hackers. Durante a batalha, você poderá fazer combinações de ataques com seus Digimons, porém só tipo semelhantes podem ter seus ataques combinados. Abaixo você pode ver três Digimons fada em um ataque combinado (Lotusmon, Lilimon e Lilamon).

   
   

Um criatura misteriosa, chamada Eater, aparece sem aviso e pode consumir dados de Digimons e humanos. Ela foi desenhada pelo famoso magaká japonês Ogure Ito (Oh! Great), e você pode ver a imagem oficial da criatura abaixo.

 

Outro grande mistério do jogo envolve um garoto fantasma que habita o Mundo Digital, dizem que quem encontrá-lo nunca mais poderá voltar ao Mundo Real. Abaixo você pode ver a imagem oficial do personagem.

  

Alguns screenshots:

  

O jogo está em desenvolvimento para PS Vita, e o lançamento está previsto para o começo de 2015. O desenho dos personagens ficou nas mãos de Suzuhito Yasuda, assim como em Digimon World Re:Digitize e Decode.
ler o resto   

Hashtag Digimon Fusion 12

publicado em  25.7.14

3 comentários

Todos que entendem um pouco de moda, já devem estar sabendo que azul é a tendência dessa estação. O filme francês "Azul é a cor mais quente", já previu isso há mais de um ano.


Ah, tinha esquecido... Como a classificação desse filme é +18, e provavelmente você não assistiu porque é um um pirralho, trago um exemplo direcionado para a sua faixa etária:


Tudo com a temática "azul" é garantia de sucesso. Os Smurfs, Avatar e Rio são provas de que o cinema está enfiando personagens azuis para conseguirem obter algum êxito. E Digimon, pensando em conquistar o público fanático por essa cor, não poderia ficar de fora!


No último episódio de Digimon Fusion (S01E12 Cartoon Network BR), Deputymon veio pra constatar que azul cai bem em qualquer corpo.



Bastou um Digimon adotar a nova moda, que as crianças já começaram a pintar os rostos e se vestir só de azul.



Além disso, o último episódio tentou levar Digimon a realidade brasileira.



Deu boas lições de vida.



E protegeu a família brasileira da terrível violência japonesa.



Se você é um hater, e acha que Digimon está sendo um grande fracasso no Cartoon Network, está totalmente enganado! Digimon também lucra, Digimon também tem comerciais... Comerciais também conhecidos como episódios de MAD...


... E grandes marcas brasileiras.



Porque desenho bom, é desenho que segue as novas tendências!



E o que nos aguarda a próxima semana? Não deixe de acompanhar com a gente o próximo episódio, quinta que vem às 16:30 no Cartoon Network.


ler o resto